O QUE OFERECEMOS

SAÚDE

O atendimento na área da saúde iniciou na Vila Municipal na década de 70, é uma das mais antigas unidades de atenção primária da cidade de Pelotas, no decorrer da história vem desenvolvendo ações de prevenção, educação e promoção à saúde. Além disso, desenvolve atividades de ensino e pesquisa.

A partir de 2002 a UBS passou a integrar o Programa de Saúde da Família (PSF) passando a desenvolver ações prioritárias para cerca de 2800 indivíduos moradores do bairro Santos Dumont.

Em suma é importante campo de estágio para os mais diversos cursos ligados a área da saúde. São desenvolvidas ações de prevenção e promoção a saúde de acordo com as diretrizes do PSF que beneficiam tanto a população do bairro, quanto a população dos arredores. 

Atendimentos

Mensalmente são realizadas em média 700 consultas médicas, 300 atendimentos de enfermagem, 200 consultas com nutricionista e 200 consultas com a assistente social. Já cada agente de saúde visita cerca de 200 domicílios/mês.

Também são realizadas aproximadamente 120 visitas domiciliares a pacientes que estão impossibilitados de locomover-se até a UBS ou em cuidados domiciliares.

Mesmo sendo uma unidade de PSF aproximadamente 33% das consultas médicas são destinadas a pessoas de outros bairros. Isso demostra que a unidade é uma referência em sua microrregião.

Educação

A unidade fornece campo de estágio para os alunos da graduação nos cursos de enfermagem, medicina, odontologia, psiquiatria e nutrição. Além disso, abriga alunos de quatro cursos de residência: Medicina Preventiva e Social, Multidisciplinar de Oncologia, Multidisciplinar de Saúde da Criança e Psiquiatria. Somando-se todos os cursos, mais de 50 acadêmicos desenvolvem atividades práticas na UBS.

Ações preventivas

Desenvolve diversas atividades preventivas dentre elas podemos destacar:

  • Programas de puericultura, pré-natal e prevenção de câncer de colo e mama.

  • Incentivo ao aleitamento materno, alimentação saudável e exercícios físicos.

  • Grupos de hipertensos, diabéticos, gestantes, idosos e saúde mental.

  • Busca ativa de pacientes oncológicos e avalição de lesões orais potencialmente malignas. 

  • Ações preventivas na área de saúde da criança.

EDUCAÇÃO

A Vila Municipal compreende 826 famílias com renda média predominante entre um e dois salários e com filhos em idade escolar. Assim sendo, o trabalho remunerado do casal torna-se fundamental para a melhoria de vida das famílias.

O atendimento diário em turno integral é uma importante contribuição para tal. Porém, não basta, para o desenvolvimento das crianças, apenas atuar na melhoria financeira da família. Busca-se, através de orientação adequada, contribuir para o desenvolvimento psicossocial das crianças e das famílias.

IDOSOS

As ações desenvolvidas com os idosos buscam uma forma de atuar e cuidar, na qual estejam presentes atividades, atitudes e sentimentos que implicam na habilidade de ajudar e apoiar esta população. Visa-se melhorar a condição ou modo de vida humano, resgatando e recuperando o valor da vida na terceira idade, com vistas à socialização, promoção da saúde, inclusão social, bem-estar e melhoria da qualidade de vida.

 

Esta proposta já está sendo operacionalizada há vinte sete anos, desde Outubro 1989. São realizadas reuniões sistemáticas tanto como grupo de convivência, como atendimento individualizado, quando se faz necessário.

Nessas reuniões desenvolvem-se atividades laborativas, como: pintura em tecido; confecção de flores de EVA; trabalhos com lã, crochê e pintura em telas; confecção de bolas natalinas; bonecas de pano e de lã; pesos para porta em tecidos; pintura em vidro; entre outras. Também são organizadas exposições dos trabalhos dos idosos à comunidade.

Processos lúdicos e recreativos associados às atividades desenvolvidas acontecem através de diversas modalidades de dinâmica em grupo, na forma de músicas, técnicas de relaxamento e dinâmicas interativas. As datas comemorativas municipais e nacionais são momentos de reflexão e de direcionamento de atividades artesanais específicas. Estimula-se a participação da família nas reuniões semanais para promover a interação e socialização, pois, parte-se do entendimento que o idoso não é um ser isolado, que tem uma família e que dela participa.

A existência de uma preocupação com os valores culturais leva os coordenadores a reconhecer as diferenças individuais e familiares de cada sujeito envolvido na proposta. Acrescido a isso, sempre que possível, realizam-se passeios em museus, estimulando a participação de eventos culturais gratuitos, como exemplo: visita ao Museu da Baronesa, músicas ao entardecer, entre outras atividades. Em busca de resgatar a autoestima e a valorização da vida realiza-se também, anualmente, um passeio à cidade de São Lourenço do Sul. O planejamento, a organização são executados pelos idosos junto à coordenação do grupo Semente da Amizade.

São realizadas reuniões periódicas com a equipe interdisciplinar e reuniões mensais específicas para identificar as necessidades dos idosos. Incentivamos a integração com outros grupos de terceira idade, buscando a valorização pessoal e o reconhecimento da existência das singularidades de outros grupos.

Os idosos recebem visitas domiciliares de acordo com a avaliação das suas necessidades biopsicossociais. Todo o acompanhamento dos idosos é realizado na Unidade Básica de Saúde, incluindo aferição da pressão arterial, orientação e controle da glicose através da glicemia capilar.

Acadêmicos de enfermagem ministram palestras educativas como: estatuto do idoso, cidadania, violência contra o idoso, sexualidade, saúde, direitos sociais e abordagem ética. Também realizam-se: leituras reflexivas de crônicas, mensagens e reportagens sobre a terceira idade que contribuam para melhor qualidade de vida; confraternizações semanais com chá integrativo; comemoração de aniversários das idosas como forma de resgate de identidade, autoestima e valorização da vida.